Piso sobre piso: Aprenda como aplicar corretamente!

Tempo de leitura: 3 minutos

Está pesando em fazer uma reforma e está preocupado com a quantidade de entulho que isso pode gerar?

Atualmente existem algumas técnicas utilizadas na construção civil que se aplicadas de forma correta ajudam e muito na redução de resíduos gerados pelas obras e por consequência, o stress de ter que quebrar tudo para fazer de novo!

Uma dessas técnicas é o piso sobre piso, se aplicada de forma correta e com cuidado o resultado fica ótimo e o melhor de tudo, sem destruições!

Piso sobre piso, o que é isso?

É normal que com o tempo os pisos sofram desgaste, seja perdendo o brilho que tinham anteriormente ou até mesmo surgindo algumas rachaduras e danos que deixam sua aparência desagradável.

Nesses casos onde é necessária a reforma para melhorar a aparência foi criada a técnica do piso sobre piso, com ela não é necessário quebrar todo o piso anterior, reduzindo assim a poeira e entulhos gerados pela obra.

No passado, havia receio de muitas pessoas sobre a técnica do piso sobre piso, pois não acreditavam que isso era muito eficaz. Com o tempo a técnica foi mostrando ser boa e atualmente muitas pessoas adotam na hora de reformar a casa!

Requisitos para aplicar o piso sobre piso

Antes de aplicar o piso sobre piso é importante verificar se realmente teria como aplicar a técnica em sua casa, nesse caso você vai precisar considerar os seguintes pontos:

  • Aderência: Antes de fazer o assentamento de um novo piso sobre o antigo é preciso verificar se o antigo está bem assentado no chão, não havendo estufamentos e nem partes ocas.

 

  • Desnível: Também vai ser preciso considerar que ao aplicar o novo piso, gerará um desnível de aproximadamente 1 cm entre esses pisos. Verifique se as portas e demais partes do local precisarão ou não de algum reajuste de altura.

Como aplicar o piso sobre piso?

Depois de verificar os tópicos anteriores chegamos ao momento de colocar a mão na massa!

Durante a execução da técnica, é necessária que a Argamassa seja do tipo “Colante Própria”. Essa argamassa precisa ser aplicada em toda a peça para que o resultado saia como o esperado.

Muitas vezes essa argamassa acaba sendo aplicada apenas no centro e nas bordas o que faz com que o novo piso fique “solto” após a secagem.

Também é importante que o rejunte tenha uma boa espessura para melhor aderência, o tempo de secagem da argamassa também deve ser respeitado para evitar problemas.

Não se esqueça, o piso sobre piso é uma técnica que por si só já promove a economia e traz inúmeras vantagens para quem está aplicando, se deseja renovar o ambiente procure por materiais de qualidade.

Antes de aplicar o piso sobre piso, procure por um profissional que seja qualificado e tenha experiência em aplicar a técnica.

Ficou com alguma dúvida a respeito do piso sobre piso? Entre em contato conosco! Siga nossas redes sociais Instagram e Facebook para mais conteúdos como esse!

Você também pode se interessar:

● Como fazer a reforma da casa em família!
● Como escolher brocas? Dicas para você não errar na sua escolha!
● Como escolher a lâmpada ideal para o seu ambiente?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *